Bridge

not

Varejo e Consumo

2012-12-12 15:06:00 - FOLHA DE S. PAULO / TEC

Com mais lojas no Brasil, e-books custam de 60% a 85% do preço de livros de papel

Raquel Cozer

Com a entrada da Amazon e do Google Play no Brasil, na semana passada, o mercado de e-books no país está agitado. Apesar disso, o preço dos arquivos ainda é alto e não apresenta descontos tão robustos em relação aos livros de papel e tinta.

Levantamento feito pela Folha com 12 títulos de oito editoras, em destaque na página inicial de quatro lojas --Amazon, Google Play, Livraria Cultura e Saraiva--, mostra que os preços dos e-books variam entre 60% e 85% dos preços dos livros físicos.

Para quem lê em inglês, ainda é mais barato comprar livros publicados no idioma de Shakespeare na Amazon americana. Os valores são menores mesmo levando em conta o câmbio e a adição de 6% sobre o valor final da compra, por causa do IOF (imposto sobre operações financeiras) cobrado pela operadora de cartão de crédito.

O e-book mais vendido no Brasil na semana passada é um exemplo de título que, em inglês, sai por um preço menor. "Cinquenta Tons de Liberdade" custa, na Amazon brasileira, R$ 22,41. No site americano, o livro na versão eletrônica sai por US$ 8,55. Com adição de impostos e câmbio, o custo é de R$ 18,85.

O usuário que já possui conta na Amazon dos EUA deverá escolher entre o site americano e o brasileiro --mas poderá migrar de volta.

No entanto, segundo a empresa, é melhor usar a loja brasileira já que "a experiência será aprimorada, pois o usuário poderá navegar em português e comprar com cartão de crédito nacional, e as sugestões de oferta serão de livros em português".

MATÉRIA NA ÍNTEGRA

http://www1.folha.uol.com.br/tec/1197995-com-mais-lojas-no-brasil-e-books-custam-de-60-a-85-do-preco-de-livros-de-papel.shtml

 

 

enquete

Qual é a marca do seu Smartphone?

too Bridge

CÁLCULO DO ERRO AMOSTRAL